terça-feira, 24 de novembro de 2009

BLOGGER-TERAPIA

O Blog é uma ferramenta pós-moderna que possibita entre muitas coisas; aquelas pessoas que sempre sonharam publicar os seus textos, idéias e pensamentos, mas não têm os mesmos recursos daqueles que fazem parte do mercado editorial e nem muito menos possuem os contatos e o conhecimento necessários para ser um escritor famoso, colunista ou comentarista de algum jornal ou revista de expressão nacional.

Mas a partir da existência dos Blog´s os "cidadãos comuns", a gente simples do povo, os "anônimos" puderam ter um espaço para fazer as suas publicações. Embora sempre exista a possibilidade de através da internet fazer o seu trabalho conhecido e até ganhar algum dinheiro com as suas publicações.

No entanto também existe aquele grupo de pessoas que quando publicam os seus textos nos Blog´s não buscam fama, status ou até dinheiro, querem apenas externalizar os seus sentimentos, suas dores, tristezas, frustrações, vitórias, sucesso e o momento pelo qual a sua vida está passando naquele instante.

Mas esse fato ocorre porque muitas das vezes as pessoas não tem condições de pagar uma consulta com um psicólogo ou algum outro tipo de terapia e vêem no Blog, um meio pelo qual poderão desabafar as suas emoções e interagir com outros que porventura estejam passando pela mesma situação criando em algumas ocasiões, uma rede de ajuda mútua, para superar situações-limite e problemas existenciais.

Na realidade o Blog acaba funcionando como uma forma de informalmente ocupar o seu tempo de uma maneira mais agradável, porque a pessoa necessita entre outras coisas pensar em torno de um tema, escrever adequadamente, postar e manter a sua página atualizada e para quem está vivendo algum tipo de crise existencial, depressão ou  ansiedade, isso é algo que pode ajudar bastante,.

No entanto é óbvio que este não é o único meio que temos para tentar atenuar algum problema, porque pode-se procurar um profissional (psicólogo) ou terapeuta. Mas sem dúvida praticar um esporte, desenvolver alguma atividade física, empreender uma viagem ou continuar por aqui na internet, postando as suas idéias, interagindo com outras pessoas e assim naturalmente encontrando as respostas que tanto busca e de alguma maneira encontrando os meios necessários para superar as crises, dilemas pessoais e existenciais. É conforme diria o grande filósofo grego, Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo ..".

E por último ... quando se fala em Blogger-terapia não estamos querendo lançar nenhum novo tipo de terapia, invadir a área da saúde psíquica ou de alguma maneira tentar ganhar dinheiro com isso, mas apenas analisar que escrever um Blog é algo agradável, prazeroso e que ajuda várias pessoas a sentirem-se melhor e que estimula o desenvolvimento de uma maior auto-estima.

O termo BLOGGER-TERAPIA, não é nenhum termo técnico ou científico, nem algo ligado á área da sáude, de maneira nenhuma! Mas é uma forma das pessoas em geral, "comuns", expressarem as suas idéias e pensamentos e isso acaba gerando um sentimento de bem estar no ser humano, e isso quer queiram, quer não, é indiscutível, me desculpem os especialistas de plantão!

2 comentários:

Joana disse...

Professor Fábio, cuidado com o uso indevido do nome da PROFISSÃO Terapia Ocupacional. Peço que desfaça esse equívoco após ler mais sobre. Sugiro os seguintes links:

http://www.marianaterapeutaocupacional.com/o-que-e-terapia-ocupacional/

http://www.coffito.org.br/conteudo/con_view.asp?secao=46

Enfim, professores não fazem Terapia Ocupacional e, menos ainda, prescrevem atividades para pessoas em depressão, crise de ansiedade etc...para isso, é necessário anos de estudo e dedicação em período integral.

Meu objetivo, como estudante de Terapia Ocupacional, não é de forma alguma ser grosseira, mas sim, buscar esclarecer sobre a profissão a fim de evitar que esses equívocos continuem acontecendo, banalizando o nome da Terapia Ocupacional. Compreendo que o nome da profissão é ingrato e dá margem para esse tipo de uso, mas acredito que não devo me omitir. =D Espero que compreenda e atenda o meu pedido...como já o fizeram cordialmente em outros blogs.

Mto obrigada!
Joana (estudante de Terapia Ocupacional - UFPR)

Jurema Sprada disse...

Olá Professor Fábio, por ser uma pessoa ligada a área educacional entendo bem o que foi escrito no seu texto, também acredito que escrever é uma forma de externalizar sentimentos trancados dentro de cada um, por isso enteno sua colocação.