quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

SURINAME

Nesta última "Noite de Natal", sem dúvida muitos brasileiros que vivem no Suriname, uma ex-colônia Holandesa no norte da America do Sul, não tiveram uma "Noite Feliz" e neste episódio, mais uma vez o "Papai Noel", demonstrou toda a sua inutilidade, justamente na data de maior merchansing comercial e toda aquela "pseudo" harmonia natalina, que muita das vezes beira a Hipocrisia de alguns. Mas neste data um grupo de brasileiros foi atacado pelos chamados "marrons", um grupo étnico que habita uma região de garimpo de ouro no país, mais precisamente na cidade de Albina.

A questão central é a seguinte, brasileiros, muitos deles ilegais no país, foram atacados violentamente, mulheres foram extrupadas, foi um massacre e nada justifica esta barbárie. Mas por outro lado estão ocupando terras alheias, explorando as riquezas de um solo que não é o seu, as custas do ódio da população local, na qual a terra é explorada, muitos locais vivem em condições precárias e a exploração das riquezas naturais na região não é revertida em melhorias para esse povo.

Mas daí a eles atacarem de uma maneira covarde, desumana e genocida, não é tolerável; pra mim é caso para a ONU tomar medidas, porque acredito que ao longo do tempo existam outros casos de mortes na região, mas agora teve maior repercussão porque foi uma matança em série uma chacina e até agora não vi nenhum autoridade brasileira se manifestar. E penso que numa hora dessas os brasileiros tem mais é que vir embora imediatamente para a pátria amada Brasil.

Porém até agora as autoridades não confirmaram mortos, falam em brasileiros que até agora estão desaparecidos, mas embora estejamos torcendo que realmente não haja nenhuma vítima fatal, vimos imagens de pessoas feridas com golpes de facão na cabeça num episódio desta natureza a possibilidade de haver vítimas fatais é de 99,9%, porque mediante a intensidade dos ataques e tamanha ira dos "marrons" devem haver muitos brasileiros mortos. Embora num primeiro momento no Brasil queira não causar pânico ou consternação aqui no país, estão esperando conforme se diz na linguagem popular, abaixar a poeira para anunciar as eventuias mortes que tenham ocorrido no Surinane.

O que eu acho mais interessante é que nós brasileiros somos mal tratados nos EUA, Na Espanha, Inglaterra, Japão e outros, mas graças a Deus recebemos todos os estrangeiros muito bem e agora em contra-partida somos massacrados no Suriname, isto é um absurdo.

Embora eu saiba que ninguém deve invadir e explorar terras alheias, mas por outro lado, estupros e assassinatos da forma a que foram expostos os nossos compatriotas brasileiros não podem acontecer aqui na América do Sul, que todo diz ser uma região pacífica do globo, será mesmo? Pois não vejo isso na Colômbia na questão das Farc, o tráfico de drogas na cidade do Rio de Janeiro e outras capitais do país, pra não dar a entender que isto ocorre apenas no Rio e isto não é verdade, os conflitos envolvendo os latifundiários e os sem-terra no Brasil, porque o campo tornou-se uma área de conflito bastante sanguinaria e a violência urbana em Caracas na Venezuela, com índices elevadíssimos de latrocínio e por aí vai ...

Um comentário:

gabzmoreira disse...

Pois é Fábio. Nesse esquema entra também a Bolívia e tudo mais. Acho que devemos ser pacíficos;. Lendo texto do Sid é mais fácil de compreender os motivos disso tudo, mesmo que não se justifiquem essas coisas!