sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

HAITI

Este ano de 2010, começou cheio de expectativas para todos, mas lamentavelmente com um número elevado de catástrofes naturais, com muita destruição e muitas mortes de inocentes. Aqui no Brasil já tivemos situações terríveis no RS, Angra dos Reis (RJ), Baixada Fluminense, chuvas na Grande São Paulo e agora internacionalmente no Haiti.

Todo mundo já sabe que o Haiti é um dos países mais das três Américas e está entre os mais pobres do mundo e nos últimos tempos esta nação virou uma verdadeira confusão generalizada e os nossos soldados brasileiros através da ONU estão atuando como uma tropa dos chamados capacetes azuis, já alguns e em meio a esta enorme catástrofe, estão ajudando como podem esta nação e no tremor de terra, alguns compatriotas brasileiros tiveram as suas vidas ceifadas e fica a nossa solidariedade e os nossos sentimentos para todos aqueles que estão envolvidos mais diretamente com este acontecimento trágico no Haiti.

No Brasil alguns cornteiros de plantão e até algumas celebridades, já começam a falar as suas besteiras, comentários altamente infelizes e lamentáveis. É aquela velha história ... com tanta gente precisando porque ajudar primeiro lá fora antes de fazer alguma coisa aqui? (Dizem assim os burgueses).

Bom ... se formos examinar com cautela esses que enchem a boca pra falar essas bobagens, não ajudam absolutamente ninguém e quando fazem alguma coisinha mínima, tomam todos os cuidados para que isto tenha uma grande visibilidade na mídia.

Além disso isso mostram que apesar da fama e contas bancárias recheadas com muito dinheiro, são pessoas ignorantes. Digo isto porque existem acordos internacionais dos quais o Brasil participa e em situações desta natureza o país está firmando através de acordo de ajudar sempre da maneira que puder e da mesma maneira quando ocorrem grandes catástrofes aqui no país também somos ajudados por países estrangeiros, por exemplo, nas enchentes em SC em 2008, recebemos ajuda da Alemanha, Arábia Saudita e de vizinhos do Mercosul e agora numa hora como essas é o momento da contrapartida, ajudar os outros, os nossos irmãos latino-americanos.

Não é hora de olharmos só para o Meu Umbigo F.C, mas de fazermos o nosso dever de cada em nossos problemas domésticos no Brasil, nossas enchentes e tragédias locais, mas também de não de furtar em ajudar uma nação que é muito mais pobre que o Brasil, um país que vive numa total miséria e num país como o Brasil de ampla maioria cristã, Jesus sempre motivou a fazer o bem e ajudar o próximo e esta é uma excelente hora para começarmos a não só pensarmos nestas ações, mas fazermos algo de mais prático e efetivo no aspecto humanitário e social.

Embora seja justo destacar a presença do Brasil no Haiti desde 2004, cooperando no sentido de reconstruir esse país que no seu cotiiano já passa por inúmeras mazelas, tanto no sentido material, emocional, econômico e social, num quadro de miséria extrema. Os brasileiros estão lá fazendo a sua parte e neste momento mais do que nunca o governo brasileiro foi um dos primeiros a enviar a ajuda humanitária e houve um aumento no número de militares e médicos do nosso país, além do envio de bombeiros do RJ e de Brasília/DF; além de alimentos, remédios e a tarefa árdua de tentar colocar um país que no dia-a-dia já é um caos!

2 comentários:

edpaegle disse...

A tragédia no Haiti foi horrorosa. Felizmente, percebemos a solidariedade humana, com pessoas deixando o seu lar e a sua família para trabalhar em prol dos haitianos. Que despreendimento hein!

Gabriel F. Moreira disse...

Quem não tem o que falar é melhor calar mesmo. Essa mania de os famosos acharem que por que fazem um papel numa novela tem o direito de serem formadores da opinião é ridícula - possível apenas pra um país que tem a rede Globo mais presente do que o Estado em suas vidas.
Abraço Fábio!